segunda-feira, 22 de março de 2010

Papo sério...

Hoje com todo mundo voltado ao julgamento dos ‘Nardonis’, lembro da conversa que tive com a Julia naquele domingo, 29 de março de 2008.

A Julia e eu estávamos deitadas na cama, assistindo o Fantástico e esperando o sono chegar, quando entrou a matéria sobre o caso Isabela, até então, tido como um ‘acidente’.

Matéria: “Uma menina de 6 anos de idade caiu do 6º andar de um prédio em SP, etc. Seu corpo será velado nesta segunda-feira, etc....”

Julia: Só o corpo? E a cabeça mãe?

Eu: Ominha linda, depois que uma pessoa morre não fala a Isabela será velada, e sim o seu corpo será velado, que é quando fica no velório.

Julia: Ufffa, ah bom. Mas mãe, criança morre?

Eu: Sim filha, por isso a mãe fala tanto para você tomar cuidado. Todos podemos morrer, independente da idade.

O silêncio tomou conta do restante da conversa, e aquela noite ficamos mais abraçadinha do que o normal, até a pequena dormir, já que meu sono foi embora, pensando na dor daquela mãe, sem na verdade saber da história de terror o desenrolar do crime todo.

2 comentários:

Nayara C'Oliveira - Naná disse...

Essas crianças sempre têm o que perguntar.!

BeijoOo

Lígia disse...

Essa Júlia viu....=]
Olhar de criança é tão verdadeiro né...